icon

Somos especialistas em OpenStack, por isso utilizamos como base da nossa solução as tecnologias Ceph e Cinder, que garantem alto nível de escalabilidade no storage de blocos, resiliência e gerenciamento fácil.

Capacidade de até 15.000 IOPS para suportar cargas de trabalho intensas

Você poderá subir bancos de dados SQL Server, mySQL ou PostgreSQL, ERPs de carga elevada, como SAP e TOTVS, ferramentas de BI e machine learning sempre que precisar. Além de ter à sua disposição flavors de menor performance para otimizar custos.

power

Volumes

Crie volumes em poucos cliques ou por meio de APIs

power

Banco de dados

Baixa latência e consistência para rodar banco de dados não relacional, como MongoDB e NoSQL

power

Disponibilidade

Alta disponibilidade de dados provida pelo armazenamento de blocos em duas zonas de disponibilidade

power

Snapshots

Automação para realizar snapshots por meio de APIs

power

Segurança

Garantimos a segurança dos seus dados através de ferramentas de snapshots e backups

power

Integração

Integrado a serviços de rede, utilize balanceadores de carga e escale seus servidores de forma dinâmica

power

Escalabilidade

Crie volumes para atender demandas variadas de forma independente e fácil, com alto nível de segurança

power

Continuidade

Segurança para assegurar a continuidade das operações da empresa através de duas zonas de disponibilidade

power

Integração

Solucionamos problemas desde sua camada de rede física, lógica, chegando até a aplicação

power

Agilidade

Traga mais agilidade para o dia a dia do seu time através da automação de processos

power

Performance

Flavors que se encaixam à realidade do seu negócio e entregam a performance que suas aplicações precisam

Níveis de
performance

Bronze

Para aplicações que demandam baixa capacidade de leitura e escrita, como file servers, utilize o Storage Bronze e reduza custos com armazenamento. Também indicamos o nível bronze para armazenar dados pouco acessados e que precisam estar disponíveis quando necessário.

Mesmo armazenando em nível bronze, ou seja, em um storage de baixo custo, você não terá surpresas na hora de extrair dados. O valor para transferência de dados é sempre o mesmo.

servidor_web
Aplicações file server com baixa demanda
maquina teste
Armazenamento para dados de baixo acesso
balancemaneto
Flexibilidade para extração e transferência de dados
Cloud Block Storage Bronze

Recomendado para demanda reduzida de velocidade

Produto Descrição do produto
BCBS Bronze

Disco com taxa de transf. de 50 mega, 250 iops máx. Recomendado para trabalhos que possuem demanda com nível reduzido de velocidade de storage.

Silver

Aplicações com carga moderada e que demandam pouco mais de capacidade de rede se beneficiam do Storage Silver. Você poderá rodar aplicações diversas, como file servers, Active Directory, serviços acessórios ao do ERP, como emissão de notas fiscais eletrônicas, até mesmo bancos de dados ou sistemas administrativos de baixa carga.

Servidores web, como Apache, Tomcat, repositórios, microsserviços com Kubernetes e Docker, ambientes de desenvolvimento ou homologação também podem rodar bem sobre storage nível silver.

servidor_web
Aplicações web com carga moderada
maquina
Uso de servidores web

como Apache, Tomcat, microsserviços como Docker e Kubernetes

balancemaneto
File Server e AD para pequenas empresas
servidor_web
Aplicações para desenvolvimento ou teste
servidor_web
ERP para baixa carga com serviços acessórios
Cloud Block Storage Silver

Recomendado para demanda padrão de velocidade

Produto Descrição do produto
BCBS Silver

Disco com taxa de transf. de 150 mega, 400 iops máx. Recomendado para trabalhos que possuem demanda com nível padrão de velocidade de storage.

Gold

Aplicações de bancos de dados com carga média ou alta de requisições se comportam melhor tendo acesso a storage com mais capacidade de escrita. Para elas, recomendamos o Storage Gold, que conta com performance equivalente a um SSD convencional.

Para rodar gerenciadores de bancos de dados, ERPs em nuvem que suportam um número médio de usuários (cerca de cem), ferramentas de machine learning, big data e microsserviços com Kubernetes e Docker, considere utilizar o Storage Gold. Aplicações como essas podem performar melhor tendo acesso a uma maior capacidade de leitura e escrita de dados.

O binario cloud storage nível gold conta com performance equivalente a um SSD convencional.

servidor_web
Aplicações web com
carga média ou alta
maquina
Banco de dados

Oracle, PostgreSQL, Microsoft SQL Server

balancemaneto
ERPs de suporte médio
a elevado
servidor_web
Sistemas gerenciadores
de bancos de dados

Oracle e Microsoft SQL Server

servidor_web
Microsserviços

Kubernetes e Docker para ambientes web com cargas média e alta

Cloud Block Storage Gold

Recomendado para demanda alta de velocidade

Produto Descrição do produto
BCBS Gold

Disco com taxa de transf. de 150 mega, 400 iops máx. Recomendado para trabalhos que possuem demanda com nível padrão de velocidade de storage.

Platinum

Serviço de storage de alta performance, desenvolvido para suportar aplicações críticas que demandam alta capacidade de throughput e IOPS. Com capacidade similar a discos de alta performance SSD NVMe, este serviço garantirá o nível certo de performance, segurança e escalabilidade para qualquer demanda que seu ambiente possa ter.

Conte com os benefícios do Storage Platinum para softwares de streaming, encoder, banco de dados, como SQL Server e Oracle, ERPs, como SAP e TOTVS, intranet para ambientes com número maior de usuários.

file server
Aplicações web com carga exigente
file server
Banco de dados

Oracle, PostgreSQL, Microsoft SQL Server de crescimento exponencial

file server
Alta performance de aplicações críticas em IOPS
Cloud Block Storage Platinum

Recomendado para demanda exigente de velocidade

Produto Descrição do produto
BCBS Platinum

Disco com taxa de transf. de 600 mega, 15.000 iops máx. Recomendado para trabalhos que possuem demanda com nível exigente de velocidade de storage.

Como selecionar os recursos para seus workloads

Entenda como selecionar os flavors de acordo com a necessidade da sua aplicação e criar sua estimativa com assertividade em nossa calculadora.

Conte com a Binario Cloud:

Na Jornada para Nuvem

Time especializado no planejamento e migração de ambientes de alta complexidade garantindo maior segurança para seus dados e aplicações

Na sustentação do ambiente, com Suporte de máxima qualidade

Suporte 24/7 com 100% de satisfação dos clientes no onboarding e 100% de satisfação na sustentação dos ambientes

Para organizar o gerenciamento dos usuários da nuvem

Libere acesso para seu time com diferentes tipos de usuários para uma gestão mais eficiente e segura

Produtos relacionados

BCOS

Armazenamento em storage de objetos com segurança, performance e flexibilidade para aplicações web

BCNS

Armazenamento de dados compartilhados entre servidores na rede corporativa

BC2

Máquinas virtuais em nuvem para suportar todo tipo de carga de trabalho

Sem sustos na hora de extrair seus dados

Seja qual for o nível de storage, o preço da transferência é sempre o mesmo.

Principais
dúvidas

Geral

Há limite quanto ao tamanho de um disco ou volume criado com o Binario Cloud Block Storage?

R: Em um ambiente de computação em nuvem, os recursos de armazenamento são virtualmente ilimitados. Apesar disso, vale destacar que, quanto maior um volume, mais tempo as atividades de administração vão demandar. Por exemplo, a realização de cópias de segurança.

Por isso, recomendamos que os dados sejam quebrados em diferentes volumes sempre que possível para que o administrador tenha mais flexibilidade no dia a dia.


O snapshot pode ser utilizado como forma de backup?

R: Um snapshot é um retrato do estado do disco no momento em que foi realizado. Eventuais dados que estejam sendo processados em memória no momento da sua realização (por exemplo, gravação de banco de dados) ou dados em cache não estarão presentes nesta imagem, e os dados podem ser corrompidos.

Uma ferramenta de backup evita que este problema ocorra realizando cópias crash consistency e application consistency.


Qual a diferença entre snapshot e backup?

R: Um snapshot, sendo apenas um retrato do estado do disco em um determinado momento, não leva em conta nenhuma especificidade da máquina, por exemplo, discos em LVM ou existência de dados aguardando gravação em cache.

Já um backup, realizado corretamente, leva em conta que os dados estejam consistentes (com todos os componentes de armazenamento envolvidos sincronizados), que as aplicações envolvidas tenham completado suas operações (como a gravação de um dado em uma tabela) e que todos os dados em cache estejam gravados em disco, portanto, persistentes.


Como o Binario Cloud Storage ajudará minha empresa a estar em conformidade com a LGPD – Lei Geral de Proteção de Dados?

R: Armazenar os dados da sua empresa em nuvem por meio do Binario Cloud Block Storage permitirá que sua empresa acelere o processo de adequação à legislação e que esteja em conformidade com as principais boas práticas do mercado no quesito segurança da informação.

Por estar instalado fisicamente em um data center com certificação ISO 27001 e conformidade com as normas ISAE 3402, o nível de segurança física assegura que seus dados estarão armazenados com máxima proteção.

Na camada lógica, todo volume ou disco criado mantém-se totalmente isolado, sem nenhum acesso permitido via internet até que sejam configurados pelo administrador, o que garante que seus dados estejam totalmente seguros.

Adicionalmente, com uso integrado dos serviços de segurança providos pelo Binario Cloud Internet Network, como firewall em nuvem, pares de chave e grupos de segurança, é possível garantir máxima segurança lógica para todos os volumes e discos de sistema operacional criados no Binario Cloud Block Storage.


Gerenciamento

Quais métricas devo utilizar para monitorar a performance ou o comportamento dos discos?

R: Os sistemas de armazenamento contam com diversos indicadores sobre seu comportamento e desempenho. Alguns dos principais itens que compõem estes KPIs são:

• Fila de disco do Sistema Operacional ou de dados: representa o total de solicitações de entrada e saída aguardando gravação ou leitura no disco;
• Leitura de Bytes por segundo: reflete na quantidade total de Bytes lidos em um intervalo de tempo de um segundo;
• Gravação de dados por segundo: demonstra o número de instruções de gravação realizadas em um segundo;
• Operações de gravação por segundo: apresenta o total de operações de gravação realizadas em todos os discos atrelados a um servidor virtual;

Acompanhar esses indicadores possibilita validar se a capacidade do nível de storage escolhido é suficiente ou capaz de suportar os requisitos dos sistemas que devem rodar sobre eles.

Alguns fabricantes de software fornecem indicações sobre qual é a capacidade ideal para cada um dos KPIs acima. A recomendação geral é utilizar flavors de servidores virtuais e nível de storage superior ao requisito mínimo, visando suportar picos de uso ou crescimento de demanda.


Como é contabilizado o uso do Binario Cloud Block Storage?

R: A medida utilizada como referência para o Binario Cloud Block Storage é GB. O sistema contabiliza o tamanho dos volumes criados para definir o valor a ser pago.

Cada nível de storage possui um valor específico por Gigabyte. Sendo assim, é necessário utilizar a calculadora para orçar quanto custará armazenar os dados da sua empresa na nuvem.

Como referência, a fórmula de cálculo é: quantidade em GB do volume x valor unitário.

Em um exemplo prático, vamos considerar um volume de 500 GB armazenados em storage nível Bronze, com um preço hipotético de R$ 0,19 por Gigabyte. O resultado será:

500Gb x R$ 0,19 = R$ 95,00


Suporte

Um volume criado pode persistir se o servidor virtual for deletado?

R: Ao criar um volume, ele é gerado pelo sistema sem estabelecer nenhum vínculo com o servidor virtual. Desta forma, se for necessário excluir o servidor, os dados salvos no volume vão persistir. Inclusive, é possível atribuir tal volume a uma nova máquina virtual.

Importante: caso um servidor virtual seja deletado, os dados salvos no disco do sistema operacional serão totalmente deletados. Neste caso, não é possível recuperar os dados salvos, a menos que tenha sido realizada uma cópia de segurança (backup) ou snapshot antes da exclusão.


Plataforma

Como a latência impacta a performance do ambiente?

Latência é o resultado do tempo que um serviço ligado a rede levará para receber uma requisição originada por outro serviço conectado à mesma rede. Como exemplo, um servidor de ERP, como o TOTVs ou SAP com uma base de dados em um banco como Microsoft SQL Server ou Oracle DB ou um website em Wordpress com um banco de dados MySQL, Mariadb ou PostgreSQL. Serviços rodando em arquitetura de microservices em docker com kubernetes comunicam-se com banco de dados, quase sempre como serviço, como o Binario Cloud Database Service. O tempo que uma requisição feita pelo container levará para ser recebida pelo banco de dados é a latência.

A latência irá impactar positivamente a performance das suas aplicações e na experiência dos usuários, quando ela for baixa, pois resultará em uma comunicação eficiente entre as aplicações. Por outro lado, poderá impactar negativamente caso a latência seja alta.

Sendo assim é necessário considerar as expectativas do negócio para definir os requisitos de infraestrutura. Como exemplo, se sua operação suportar um software ou plataforma de comércio eletrônico com usuários no Brasil, é recomendado hospedar sua infraestrutura em uma nuvem situada no Brasil.

Além disso, contar com latência mínima entre serviços providos pela própria nuvem, como servidor e storage é essencial para ter flexibilidade de atender aos mais variados casos de uso.


O que é IOPS e como saber se uma aplicação demanda alta capacidade?

R: IOPS é a sigla para Operações de Entrada/Saída por segundo e equivale à capacidade de envio e recebimento de dados entre uma aplicação e o disco onde serão armazenados os dados.

Para determinar se sua aplicação demanda alta ou baixa capacidade de IOPS, é importante que você conheça seu cenário de uso e leve em consideração itens, como:

• A recomendação do fabricante do sistema (por exemplo, Microsoft quando usar SQL Server ou Oracle quando utilizar Oracle DB);
• Se o software ou ambiente suportado for desenvolvido por sua equipe, considere a recomendação do desenvolvedor.

Aplicações web que recebem alto número de visitas e realizam transações, como o caso de SaaS ou comércio eletrônico, costumam fazer uso intensivo de transações, sendo recomendado utilizar storage com maior capacidade de IOPS.

Em conjunto com IOPS, também é necessário considerar a capacidade da taxa de transferência de cada nível de storage e das máquinas virtuais. Sendo assim, é preciso equalizar o tamanho e capacidade do servidor virtual com a capacidade do nível de storage para que não aconteçam gargalos na comunicação entre servidor e storage.